News

Pela primeira vez desde 2017, FC Porto deixa de estar sob a alçada do fair-play financeiro. Sporting e Santa Clara também evitam sanções



Em junho de 2017, a situação financeira do FC Porto levou a que a UEFA colocasse os dragões debaixo da alçada do seu fair-play financeiro. Nos últimos anos, a ameaça de sanções foi pairando sob os portistas, com Sérgio Conceição a fazer questão de, regularmente, recordar esse constrangimento. Ora, o organismo máximo do futebol europeu anunciou que o FC Porto, pela primeira vez em quase cinco anos, está fora do mecanismo de controlo das contas dos emblemas.

Em comunicado oficial, a UEFA, através do seu comité de controlo financeiro, informou que o FC Porto “cumpriu com os objetivos globais” que constavam do compromisso para a presente temporada, o que leva a que o clube deixe o fair-play financeiro.

Além do clube liderado por Pinto da Costa, também o Sporting e o Santa Clara “satisfizeram as condições definidas pelo comité de controlo”, evitando a exclusão das competições europeias. Em dezembro de 2021 e janeiro do presente ano, a UEFA tinha definido 31 de janeiro como prazo limite para que os emblemas nacionais regularizassem a sua situação, tendo os três cumprido com as exigências da entidade máxima do futebol continental.

O fair-play financeiro é o mecanismo de controlo das contas dos clubes aplicado pela UEFA. Caso não seja cumprido, os emblemas podem incorrer em sanções como multas, limitação de inscrição de futebolistas ou, até, a exclusão das provas internacionais.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close