News

Judoca Bárbara Timo conquista bronze no Grand Slam de Antália – Última Hora



A judoca portuguesa Bárbara Timo conquistou este sábado a medalha de bronze na categoria de -63 kg do Grand Slam de Antália, na Turquia, ao vencer no combate decisivo a venezuelana Anriquelis Barrios, terceira da hierarquia mundial.






Nuno Veiga/Lusa

No primeiro combate, Bárbara Timo superou a sul-africana Anastasiya-Alexandra Nenova, por ‘ippon’, após cerca de um minuto e meio, e impôs-se no segundo à espanhola Cristina Cabana Pérez, pontuando ‘waza-ari’, antes do ‘ippon’ final, em apenas 25 segundos.
Nos oitavos de final, Timo ultrapassou a romena Florentina Ivanescu, por ‘waza-ari’, perdendo depois com a britânica Lucy Renshall, segunda do ‘ranking’ mundial e vencedora da última edição da prova, e ficando fora das meias-finais,

Na repescagem, Bárbara Timo, que regressou à competição depois de uma cirurgia em janeiro a uma fratura num dedo do pé direito, defrontou a brasileira Ketleyn Quadros, sexta da hierarquia, vencendo por acumulação de ‘shidos’.

Na luta pelo bronze, Bárbara Timo começou melhor e chegou à vantagem por ‘waza-ari’, mas a um segundo do fim do tempo regulamentar a venezuelana conseguiu igualar o marcador e levar o combate para ‘golden score’.

Nessa fase, a portuguesa mostrou-se mais forte e conseguiu pontuar o segundo ‘waza-ari’, após um minuto e 42 segundos.

Bárbara Timo, nascida no Brasil e que representou Portugal nos Jogos Olímpicos Tóquio2020, voltou em outubro do ano passado a competir na categoria -63kg , na qual já tinha estado até aos 21 anos, depois de ter conquistado vários títulos nos -70kg, entre os quais o de vice-campeã mundial e o bronze nos campeonatos europeus.

Em 16 de outubro de 2021, na sua estreia na categoria -63 kg em provas do circuito mundial, Bárbara Timo conquistou a medalha de ouro no Grand Slam de Paris.

Em Antália, na competição masculina, João Fernando terminou em novo lugar na categoria -81 kg, depois de pontuar por ‘waza-ari’ frente ao mongol Erdenebayar Batzaya, após um minuto e 23 segundos de ‘golden score’, de eliminar o inlandês Oskari Makinen, por ‘ippon’, e de perder com o turco Vedat Albayrak, terceiro do ‘ranking’, nos oitavos de final.












Artigos Relacionados








Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close