News

Coco Gauff ataca projeto-lei da Flórida que marginaliza comunidade LGBTQ+: “Não imagino a impossibilidade de falarmos sobre identidades”



“Sou contra”. A resposta de Coco Gauff aos jornalistas foi peremptória, quando questionada sobre o projeto-lei do estado da Flórida que marginaliza a comunidade LGBTQ+. A tenista de 17 anos, atualmente em preparação para o torneio de Indian Wells, não escondeu a sua oposição ao que se passa nas câmaras legislativas do seu estado. A medida, a que os oponentes chamam lei “Não digas gay”, tem espalhado controvérsia por todo o país. Num debate intenso, tem-se discutido sobre se as escolas devem ensinar os conceitos de “raça” e “género” às crianças.

“Penso que estas conversas são importantes e, para mim, que tenho amigos na comunidade LGBTQ+, não consigo imaginar a impossibilidade de falarmos sobre as nossas identidades. É algo normal, para mim”, afirmou a atleta em conferência de imprensa.

A controversa medida é da autoria de elementos do Partido Republicano e antes chamava-se Lei dos “Direitos Parentais na Educação”. Os Democratas, tal como a jovem desportista, consideram que a lei em estudo vai prejudicar a comunidade LGBTQ+.

“Todas as pessoas LGBTQ+ que conheci sentem-se parte da comunidade desde muito jovens”, disse Gauff. “Penso que é importante que existam essas conversas na escola, porque é suposto ser um espaço seguro, onde se pode falar de tudo”.

Gauff, que ganhou fama ao derrotar Venus Williams em Wimbledon 2019, quando tinha apenas 15 anos, preocupa-se também com a luta pela justiça racial. Coco diz ver algum paralelismo entre a lei da Flórida e o tema da discriminação baseada na cor da pele.

“Penso que foi em 2019 ou 2020 que falei do movimento Black Lives Matter. Então, disse que era importante debater o assunto. O mesmo que agora. Penso que é importante discutir isto [a lei da Flórida]. Para as pessoas com quem falei, que fazem parte da comunidade [LGBTQ+], faz definitivamente a diferença se não tiveres de esconder quem és”, concluiu a jovem.



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close