News

César Peixoto: “Acho que dignificámos o jogo. Não viemos jogar para o pontinho”



Análise

“Um jogo que sabíamos que ia ser difícil frente a uma equipa muito boa, muito bem organizada, muito bem trabalhada pelo Rúben. Mas nós fizemos um bom jogo, pressionámos no campo inteiro. Tivemos bola, dominámos em muitos momentos do jogo e é com este futebol que estamos a crescer. Apetece-me dizer que tenho muito orgulho dos meus jogadores, da forma como tiveram coragem e a personalidade de vir aqui jogar desta forma, poucas equipas aqui o fizeram. É assim que vamos continuar a fazer pontos. Muito orgulho nos meus jogadores, adeptos, estrutura, estou muito feliz aqui. E é esta a imagem que nós queremos ter”

Ataque

“No último terço temos de ser mais agressivo, ter melhores tomadas de decisão. Aqui e ali poderíamos ter sido mais agressivos, faltou-nos isso, mas temos feito bastantes golos, somos uma equipa que a qualquer momento pode fazer golos. Mérito do Sporting, mas acho que fomos uma equipa com coragem e personalidade. Sabíamos que ia ser difícil mas os jogadores cumpriram o plano. Faltou-nos isso, sermos mais agressivos, chegar lá mais na frente e marcar. Porque houve momentos em que nós dominámos o jogo. Pressionámos muito bem, alto, a baixar no timing certo”

Equipa sentiu o golo?

“Não é sentir. O Sporting tem os jogadores que tem, tem qualidade coletiva e individual. O Rúben vai ao banco e tem opções. A equipa deles acrescentando. Nós temos algumas limitações com lesões. O Sporting fazendo o golo fica mais confiante e com mais controlo, o que é normal. Nós estamos a jogar em Alvalade, frente a um Sporting que ainda está na luta pelo título. Acho que dignificámos o jogo. Não viemos jogar para o pontinho, gostamos da nossa ideia de jogo e tentámos arriscar sempre”



Source link

Leave a Reply

Your email address will not be published.

close